sábado, 21 de junho de 2014

Sites gratuitos ajudam a estudar para o Enem

Jogos, videoaulas e testes online são algumas ferramentas interativas para turbinar os estudos


 
Reportagem Stephanie Kim Abe

Foto: Ivan Pacheco
Foto: Estudantes aguardando para realizar a prova do ENEM
Estudantes aguardando para realizar a prova do ENEM


Para quem procura uma alternativa para os livros na hora de estudar para oexame (marcado para os dias 8 e 9 de novembro), a internet pode ser um ótima alternativa. Existem vários sites que disponibilizam ferramentas interativas para ajudar o aluno a aprender todo o conteúdo para o Enem. Videoaulas para quem está estudando sozinho, testes online para conferir o desempenho na hora,jogos que tornam o aprendizado mais divertido ou mesmo calendário e planos de estudos são algumas das ferramentas que podem ser encontradas na rede. E o melhor: são todas gratuitas!

Educar pra Crescer selecionou algumas delas:

1. Guia do Estudante
Mais voltado para informar sobre as principais notícias sobre o Enem, como a divulgação do 
Guia do Participante com orientações para a redação desse ano, o portal também sugere temas de redação, divulga datas de simulados e cria joguinhos com conteúdos da prova.

O mais legal: propõe um calendário de estudos mensal para ajudar o estudante a separar as matérias para estudar até dia do Enem.

2. Aulalivre.net



3. Mande bem no Enem
Além de 42 vídeoaulas, divididas em cinco áreas de conhecimento (Natureza, Números Cultura, Comunicação e Letras), utiliza músicas e textos complementares para explicar as matérias. Todos os vídeos incluem um teste online de 10 questões e um glossário, em que os principais conceitos são explicados em poucas palavras. 

Prepare-se para gastar um tempinho fazendo o cadastro, já que é obrigatório preencher informações socioeconômicas e sobre horários de estudos antes de acessar todo o conteúdo. 

O mais legal: na área de conteúdo extra, jogos interativos fazem com que o conteúdo seja assimilado de forma mais divertida - há alguns que podem até ser jogados em dupla. 

4. Geekie Games
Essa ferramenta oferece um plano de estudos personalizado. O aluno começa fazendo um teste com 36 perguntas para identificar os pontos em que tem mais dificuldade e em quais já está craque. A partir desse feedback (muito bem detalhado, com ranking da posição do estudante e média de sua nota comparada com a do Enem do ano passado de escolas pública e privada), a plataforma direciona textos, vídeos e exercícios para o aluno focar no aprendizado das dificuldades identificadas no teste inicial. 

O passo a passo dessas "missões" segue a linha "Aprenda - Construa - Pratique" até levar o aluno a refazer o teste, dividido nas quatro áreas de conhecimento do Enem: Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática. Assim, é possível ver a evolução dos estudos e conferir o quanto progrediu até o dia da prova oficial. 

O mais legal: tem um ranking de todos os alunos participantes e os 10 primeiros colocados em cada categoria se tornarão Embaixadores Geekie, sendo premiados com a possibilidade de conhecer a empresa Geekie e ser pré-aprovado no programa de formação Laboratório Estudar. Fique atento ao cronograma da ferramenta: é preciso fazer os testes iniciais até o dia 9 de outubro para concorrer à premiação. 

5. Portal FGV Ensino Médio Digital
O conteúdo é separado nas quatro áreas de conhecimento do Enem (Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática) e o portal possui testes e simulados online de 15 questões cada. Os resultados e histórico dos testes ficam disponíveis, além de um ranking dos alunos participantes. 

As videoaulas são produzidas em desenho animado, mas apesar de engraçadinhas e criativas (as aulas de Biologia são dadas por um Darwin de careca e barba branca e as de Química por Lavoisier) pecam pela demora e falta de interatividade, já que não é um professor quem explica. 

O mais legal: leva em consideração o tempo nos simulados e testes, proporcionalmente ao tempo destinado a cada prova no Enem. 

6. Envest
Aqui o conteúdo é organizado pensando em um plano de estudos, dos tópicos mais simples para os mais complexos. Há videoaulas e também exercicíos online, que podem ser feitos e acessados sem necessidade de cadastro prévio. Cada aluno ainda tem direito a assistir 10 aulas online ao vivo por mês. 

O mais legal: em cada disciplina há um gráfico que mostra os assuntos da matéria com maior incidência no Enem desde 2010, o que dá ideia de quanto aquele tema foi abordado nas provas dos anos seguintes. 

7. Banco de provas do INEP
No site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, responsável pela aplicação do Enem, é possível encontrar toda a informação oficial sobre a prova. 

O mais legal: estão disponíveis para download todas as provas do Enem, de 1998 a 2011, além de seus respectivos gabaritos. 

Fonte: Catraca Livre
Postar um comentário