terça-feira, 15 de outubro de 2013

Em jogo virtual, cerca de 30 mil alunos aprenderão como prevenir acidentes


Ação é uma parceria da Educação com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil

 













Jogo virtual da Educação alerta sobre acidentes domésticos



Inscrição para público externo no Seminário de Proteção Escolar é prorrogada para dia 26
Descubra como produzir uma boa redação na dica do EducaSP em 1 Minuto
“O Acessa Escola é um aliado da educação”, diz professora que estimula uso da tecnologia nas aulas

 Em uma viagem para o litoral, Aline da Cruz Dutra, aluna do Ensino Médio da E.E. Professor Benedito Tolosa, passou por uma situação de risco quando enfrentou uma forte chuva com raios na praia. “Não sabia o fazer e corri em uma área aberta, algo totalmente errado", conta. A atitude correta para uma situação como essa pode ser vista no jogo virtual “Defesa Civil: A Aventura”, lançado nessa segunda-feira (23), pela Educação em parceria com Coordenadoria Estadual de Defesa Civil da Secretaria da Casa Militar.

O game ensinará os estudantes da rede estadual a como prevenir acidentes domésticos. No total, são 30 mil vagas para alunos a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até o Ensino Médio. As inscrições serão abertas a partir de 1° de outubro, mesma data do início do curso, por meio do site da EVESP. Uma vez inscrito, o aluno poderá começar o curso automaticamente.

O jogo foi elaborado pela Escola Virtual de Programas Educacionais (EVESP), órgão da Secretaria, que criou o ambiente virtual de aprendizagem. Já o conteúdo foi feito por técnicos da Defesa Civil, embasado nas estratégias preventivas de acidentes como queimaduras, afogamentos, deslizamentos e inundações.

"A parceria com a Defesa Civil faz com que o ambiente virtual exerça um papel pioneiro e transforme o estudante em um ator de prevenção na sua comunidade escolar, família e vizinhança", afirma o secretário da Educação, Herman Voorwald.

Personagens e história do game

Para aproximar a temática dos alunos, o jovem participante atuará com um avatar chamado "Guto" e sua missão será tornar todos os ambientes virtuais seguros, que reproduzem situações reais. São nove módulos e cada fase do jogo virtual retrata um cenário diferente, como áreas abertas em dias de chuva, construção próxima a encostas e uma casa com 'armadilhas' como panela de pressão mal utilizada, caixa d'água aberta e lixo jogado em local inadequado.

Para passar de fase no game é preciso cumprir todas as tarefas preventivas e ainda orientar as comunidades sobre como evitar problemas. Em todas as etapas há premiações com medalhas indicando o aproveitamento e orientando como melhorar o rendimento. O aluno que cumpre todas as etapas recebe certificado.

Fonte: Secretaria de Educação  do Estado de São Paulo.
Postar um comentário