sexta-feira, 5 de julho de 2013

No México, resíduos recicláveis podem ser trocados por alimentos

O “Mercado de escambo” atrai multidões, que levam seus resíduos para trocar por produtos agrícolas

ciclovivo_logoGrande parte das pessoas já ouviu falar em um “mercado do rolo”, onde se troca qualquer coisa por qualquer outra coisa. Na Cidade do México, o governo local inventou uma atividade dessas para disseminar a prática da reciclagem entre as pessoas. No “Mercado de trueque”, troca-se resíduos recicláveis por alimentos.
divulgação
divulgação
Segundo os organizadores, o objetivo do mercado não é resolver o problema do lixo na cidade, que é caótico, mas fazer com que as pessoas aprendam a valorizar seus resíduos e separá-los da forma correta.
A feira de troca acontece em formato itinerante e atrai, mensalmente, duas mil pessoas. O sucesso da iniciativa é visível através do tamanho das filas, que permanecem durante toda a atividade. A troca do material por alimentos permite que as pessoas enxerguem que os resíduos recicláveis podem ter valor agregado e ser transformados para o uso posterior. O Mercado do Escambo também ajuda a valorizar o produtor local, já que os alimentos distribuídos são orgânicos e da própria região.
No último ano, o mercado auxiliou na coleta de 170 mil toneladas de resíduos recicláveis, que incluem diversos tipos de resíduos eletrônicos. A troca funciona da seguinte forma: o cidadão entrega seus resíduos recicláveis a um representante do Mercado e ele quantifica o material em moedas de troca, que podem ser usadas para comprar qualquer tipo de alimento disponível no espaço.
Leia a matéria na íntegra no Ciclovivo.

Fonte: Catraca Livre
Postar um comentário