sábado, 8 de dezembro de 2012

Pisa: Uma análise comparativa


Uma tabela com o desempenho de 6 países (incluindo o Brasil) na avaliação internacional e sete documentários da série Destino: Educação são a porta de entrada para uma comparação sobre qualidade da Educação pelo mundo

Reportagem de Gabriela Portilho / Vilmar Oliveira 

O Pisa é a principal avaliação global sobre qualidade da Educação. Organizada pela OCDE, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, reúne as 30 nações mais desenvolvidas do mundo e países parceiros, como o Brasil. Realizam o exame alunos de 15 anos de 54 nações. Seus resultados trazem um quadro geral da Educação pelo mundo - ainda que rankings devam sempre ser encarados com bastante cautela, já que o desempenho dos alunos não é o único indicativo de um ensino de qualidade.
Nesta reportagem, você vai conhecer realidades bastante diferentes. Preparamos uma tabela comparativa entre seis países. Quatro deles têm ótimos resultados no PISA: Xangai (província da China), Canadá, Coreia do Sul e Finlândia. Outros dois - Chile e Brasil, ocupam posições ruins na lista.
O que explica essas disparidades? A tabela traz alguns indícios, como tamanho da população, indicadores de desenvolvimento humano, total de alunos por professor e estatísticas de investimento em Educação. Mas é possível ir além. Quem quiser se aprofundar no estudo de caso de cada país pode assistir aos episódios da série Destino: Educação. São sete vídeos - um de resumo e os outros seis com o panorama educacional de cada nação - produzidos pelo canal Futura, em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi). 
Clique nas bandeiras para obter mais informações e assistir ao vídeo de cada país.

O Brasil e o ranking do PISA

Fonte: revistaescola.abril.com.br
Postar um comentário