quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Estudantes projetam móveis sustentáveis em penitenciária de São Paulo.


Projeto levou universitários para trabalhar com detentos do interior do estado.
Reportagem de Felipe Blumen
Um grupo de jovens estudantes de arquitetura e design da Universidade Belas Artes, da zona sul da cidade, trabalhando na marcenaria da penitenciária de Hortolândia, no interior de São Paulo. A cena seria estranha se não fosse parte de um projeto chamado de “MovBA”, que busca capacitar profissionalmente detentos e revelar a importância da reutilização de materiais.
O projeto, uma parceria entre a universidade, a FUNAP (Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel)e o SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), levou os alunos para produzir com os detentos 30 peças que usaram materiais descartados por indústrias têxteis e de mobiliário.
Os estudantes fizeram uma série de visitas à penitenciária para conhecer os detentos, seu trabalho na marcenaria e projetar, em conjunto, as peças. Os móveis ficaram expostos no museu da universidade e serão doados para programas de habitação.
Confira algumas das peças.
Fonte:Catraca Livre
Postar um comentário