quinta-feira, 29 de novembro de 2012

IBGE divulga Síntese de Indicadores Sociais de 2012

Dados revelam que na década de 2001 a 2011 o país apresentou melhoria na educação, especialmente na educação infantil, e na distribuição de renda
A Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2012, divulgado pelo IBGE, mostra melhoria na educação, na década 2001-2011, especialmente na educação infantil (0 a 5 anos), onde o percentual de crianças cresceu de 25,8% para 40,7%. Dentre as mulheres com filhos de 0 a 3 anos de idade na creche, 71,7% estavam ocupadas. Entre os adolescentes de 15 a 17 anos, 83,7% frequentavam a rede de ensino, em 2011, mas apenas 51,6% estavam na série adequada para a idade. Já a proporção de jovens estudantes (18 a 24 anos) que cursavam o nível superior cresceu de 27,0% para 51,3%, entre 2001-2011, sendo que, entre os estudantes pretos ou pardos nessa faixa etária, a proporção cresceu de 10,2% para 35,8%.
A SIS revela que as desigualdades reduziram-se, na década 2001-2011, em razão da valorização do salário mínimo, do crescimento econômico e dos programas de transferência de renda (como Bolsa Família). O índice de Gini (mede a distribuição de renda) passou de 0,559, em 2004, para 0,508, em 2011.
Clique aqui para obter as informações completas sobre o SIS 2012.
Leia também:
Fonte: nossasaopaulo.org.br
Postar um comentário