quinta-feira, 26 de julho de 2012

Ticket de Espera


Débora Spitzcovsky - 25/07/2012 às 09:00

Qual seria sua reação caso entrasse em uma padaria para comprar algo e houvessem milhares de pessoas com senhas para serem atendidas antes de você? Pois diversos consumidores de São Paulo passaram por esta situação neste ano, “vítimas” de uma campanha da Santa Casa de Misericórdia que pretendia conscientizar para a importância da doação de órgãos.  
A instituição escolheu alguns mercados e padarias de São Paulo que trabalham com o sistema de atendimento por senhas para fazer uma “pegadinha do bem” com os cidadãos. Ao entrar no estabelecimento, os clientes ganhavam senhas de espera com números altíssimos, como 27951, enquanto o painel de atendimento marcava números bem menores, como 140.
Antes que pudessem se revoltar com a demora do serviço, o próprio ticket explicava a situação: “Essa seria a sua posição se você estivesse na fila para receber um órgão. Seja doador de órgãos. Comunique sua família”, dizia o papel, que, logo abaixo, comunicava a real senha de atendimento do cliente (que, claro, era bem menor).
A ideia era que, por alguns segundos, os cidadãos pudessem experimentar, de alguma forma, a sensação daqueles que há tempos aguardam por um transplante de órgão e, assim, refletir a respeito da possibilidade de ser um doador.
Postar um comentário