sábado, 14 de julho de 2012

Utopia em Embu das Artes

Sei que por muitas vezes sou utópico. Por acreditar que as pessoas ainda votarão por ideal e não em troca  favor pessoal ou de compra de votos. Mas sim, em prol de um todo. Onde teremos uma educação de qualidade, uma saúde digna, um transporte público onde somos tratados com respeito e não como sardinha. Creio que ninguém queira nada de graça. Alias nada é de graça. Num futuro próximo, penso, que muitos brasileiros valorizarão a política.Já que perceberão que suas vidas estão intrinsecamente ligadas a ela. Talvez seja mais um tolo. Prefiro não acreditar nisso.Pois, como diria Martin Luther King"  O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons. " E Creio não estar só nesta jornada.Pois eu não sigo esta máxima de que se estivesse lá faria a mesma coisa.Chega de rouba mais faz. 
Postar um comentário